23
SEG
24
TER
Mallu Magalhães
Teatro Tivoli BBVA - Lisboa
Jameson Urban Routes (Dia 1)
Musicbox - Lisboa
25
QUA
Drew McDowall
Galeria Zé dos Bois - Lisboa
Steve Hauschildt + Jari Marjamaki
Igreja de St. George - Lisboa
Jameson Urban Routes (Dia 2)
Musicbox - Lisboa
26
QUI
Jameson Urban Routes (Dia 3)
Musicbox - Lisboa
Nouvelle Vague
Aula Magna - Lisboa
Black Bombaim & Peter Brötzmann
Passos Manuel - Porto
27
SEX
Os Courettes
Cave 45 - Porto
Semibreve 2017 (Dia 1)
Theatro Circo / gnration - Braga
Jameson Urban Routes (Dia 4)
Musicbox - Lisboa
Nouvelle Vague
Convento de São Francisco - Coimbra
For The Glory + Destroyers Of All
DRAC - Figueira da Foz
Noiserv
Teatro José Lúcio da Silva - Leiria
28
SAB
Semibreve 2017 (Dia 2)
Theatro Circo / gnration - Braga
The National
Coliseu dos Recreios - Lisboa
Royal Blood
Campo Pequeno - Lisboa
Jameson Urban Routes (Dia 5)
Musicbox - Lisboa
Black Lips
Maus Hábitos - Porto
Mark Eitzel
Auditório - Espinho
The Parkinsons + Killimanjaro + Ermo
SHE - Évora
29
DOM
And So I Watch You From Afar
Hard Club - Porto
Semibreve 2017 (Dia 3)
Theatro Circo - Braga
Mark Eitzel
Galeria Zé dos Bois - Lisboa
Nouvelle Vague
Casa da Música - Porto
Alter Bridge
Coliseu dos Recreios - Lisboa
30
SEG
And So I Watch You From Afar
Musicbox - Lisboa
Shields
Stairway Club - Cascais
Metronomy
Coliseu dos Recreios - Lisboa
Moonspell
Lisboa ao Vivo - Lisboa
31
TER
John Maus
Maus Hábitos - Porto
Moonspell
Lisboa ao Vivo - Lisboa
Shabazz Palaces
Lux Frágil - Lisboa
1
QUA
2
QUI
Shabazz Palaces + Ângela Polícia
gnration - Braga
Omnium Gatherum + Skálmöld + Stam1na
Hard Club - Porto
3
SEX
TOPS
Maus Hábitos - Porto
Omnium Gatherum + Skálmöld + Stam1na
RCA Club - Lisboa
4
SAB
The Band of Holy Joy
Cave 45 - Porto
5
DOM
6
SEG
The Goddamn Gallows
Stairway Club - Cascais
7
TER
8
QUA
The Bug Vs Dylan Carlson of Earth
gnration - Braga
9
QUI
10
SEX
11
SAB
12
DOM
Dying Fetus + Psycroptic + Beyond Creation + Disentomb
Lisboa ao Vivo - Lisboa
13
SEG
Lamb
Coliseu do Porto
14
TER
Lamb
Coliseu dos Recreios - Lisboa
15
QUA
16
QUI
Black Bass - Évora Fest (Dia 1)
Sociedade Harmonia Eborense - Évora
The Picturebooks
Sabotage Club - Lisboa
Spoon
Coliseu do Porto
17
SEX
Fai Baba
Maus Hábitos - Porto
Sinistro
Hard Club - Porto
Hercules & Love Affair
Lux Frágil - Lisboa
Spoon
Coliseu dos Recreios - Lisboa
18
SAB
The Fall + 10 000 Russos
Hard Club - Porto
Sinistro
Le Baron Rouge - Amadora
19
DOM
20
SEG
Father John Misty + Weyes Blood
Coliseu dos Recreios - Lisboa
21
TER
Epica + Vuur + Myrath
Sala Tejo (MEO Arena) - Lisboa
22
QUA
Epica + Vuur + Myrath
Hard Club - Porto
23
QUI

Furacão Ho99o9 a caminho de Barcelos

25 de Junho, 2016 • João Ricardo
Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
ho9909

Ho99o9, pronunciado Horror, são um duo oriundo dos subúrbios de Nova Jersey fundado pelos seus únicos membros: theOGM e Eaddy. É impressionante o que estes dois indivíduos conseguem criar e desenvolver sonicamente, com performances ao vivo recheadas de adrenalina e comportamentos inesperados: é comum não só incentivarem sucessivos e incansáveis moshpits, mas também participarem neles. Desta forma, estes fugazes elementos juntamente com a originalidade musical, tornam Ho99o9 um dos grupos mais incomuns e fascinantes que irão participar nesta décima edição do Milhões de Festa. Tal facto tem vindo a ser verificado, já Ho99o9 constou da lista "10 New Artists You Need to Know" da conceituada revista Rolling Stone em 2014, e foram eleitos "New Band of the Week" para o jornal The Guardian.

Toda esta mistela musical que os ostenta não apresenta um determinado padrão ou caminho traçado que possamos seguir e como tal, somos constantemente levados por trilhos desconhecidos e assustadores com variações de batida e ritmos extremas intrínsecas a letras pujantes e atmosferas misticamente opulentas. Com raízes nos mais diversos géneros musicais, desde o Gangsta Rap e Rapcore passando pelo movimento de Hardcore da década de 90, ao Punk anárquico e até possuindo uma pequena pitada de musicalidade de Thrash Metal, oferecem uma das sonoridades mais experimentais e abrasivas existente no Hip Hop contemporâneo.

 
999_a
 

Considerá-los-íamos como os primos ainda mais psicóticos e energéticos dos proeminentes Death Grips, adotando graus superiores de violência e apatia misantrópica nas suas criações, concebendo cenários muito mais obscuros e consequentemente, entregando vocais mais inquietantes e perturbadores enquanto cospem letras caraterizadas por uma intensa aversão universal e aterrorizantes, como se constata no seu primeiro single “Bone Collector”: “Let me break it down / Mother's crying, children dying, bodies lying on the floor, bloody face down / Don't make a fucking sound, or I will hang you from a tree, if you run you disease/ Cas I won't leave a single trace/ I'll mush your face to a zombie bitch, that's cannibal shit”.

“I lost an arm and a leg fuckin' fightin' off nazis/ The hardest motherfucker out, nigga, no-one can stop me/ Until they ambushed me and the lieutenant shot me/ Straight execution style, all bloody and sloppy/ My body lay in dead maggots, moulding and rotten/ That's when that hellfire's torch flame came in and got me/ Now I'm crackin' fucking heads, feel the pain of a menace/ Took a short stay vacay”. Letras repulsivas e agressivamente viscerais construindo panoramas mentais absolutamente denotados de uma vultuosa assombração infernal. Esta cacofonia não termina aqui, sendo que o esforço terrífico e absurdo destes 2 companheiros continua também na estética referente ao grupo, apresentando EPs e LPs com capas mórbidas e desconcertantes que recordam filmes de gore e horror, tendo citado Rob Zombie como colossal influência tanto a nível musical como cinematográfico e estético, inclusive as dezenas de exposições e demonstrações artísticas underground as quais costumavam/costumam atender e até participar mostram repercussões nas suas atividades.

 

 

A globalidade destas peculiaridades pode ser confirmada através da visualização do mais recente videoclip disponibilizado pelo duo [acima], “Blood Waves”, que nos oferecem uma experiência única e interativa com o intuito exclusivo de nos estremecer e sobressaltar.

“We want to make a statement with our presence” afirma Eaddy, “It’s like Mike Tyson entering the ring. You’re thinking, ‘This motherfucker’s about to do some damage.’ It’s heavyweight title shit.” E certamente o farão. Os Ho99o9 irão estrear-se em territórios nacionais já no próximo mês de julho, na qual poderemos antecipar uma performance inquietante, imprevisível e visceral - definitivamente a não perder.

 
por João Ricardo
25 de Junho, 2016
2016, milhões de festa, Ho99o9
Recomendações
06 de Julho, 2015

Porque não se pode perder o Milhões de Festa: Parte 3 – A armada portuguesa

12 de Março, 2017

Death Cab for Cutie – Plans (2005) | Máquina do Tempo #12

02 de Abril, 2015

Indouro Fest 2015: O que esperar – Parte 4/6

30 de Maio, 2017

NOS Primavera Sound 2017 • A antevisão – Parte 2

Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
WAV | 2017