18
QUI
19
SEX
20
SAB
21
DOM
22
SEG
23
TER
24
QUA
25
QUI
26
SEX
27
SAB
28
DOM
29
SEG
30
TER
31
QUA
1
QUI
2
SEX
3
SAB
4
DOM
5
SEG
6
TER
7
QUA
8
QUI
9
SEX
10
SAB
11
DOM
12
SEG
13
TER
14
QUA
15
QUI
16
SEX
17
SAB
18
DOM

"Dancing (On A Thin Ice Dance Floor)": O Inverno em Can Cun

02 de Janeiro, 2016 ArtigosLuís Sobrado

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Uma Bússola com o norte bem definido

Vodafone Mexefest 2015 • O que esperar
11728815_404509916426328_7262704578222290516_o

Chegado o Inverno e os últimos dias do ano, achamos que fosse uma boa altura para visitar Can Cun. Não, não nos estamos a referir à cidade costeira mexicana, conhecida pelas suas paisagens e praias paradisíacas, mas também por taxistas de bigode enganadores e assassinos de sangue frio. Referimo-nos sim aos Can Cun, banda de três naturais de Vila Real, que no ano de 2015 nos brindaram com o lançamento do seu primeiro EP, Dancing (On A Thin Ice Dance Floor).

Se, por um lado, o nome da banda nos remete para as praias de areias brancas e água límpida, animais exóticos e flora tropical, o nome do EP relaciona-se mais não só com a gélida temperatura que por estas alturas se fará sentir pela cidade de onde são naturais os Can Cun, mas também, e principalmente, com o som acolhedor da guitarra, dos sintetizadores hipnotizantes ou da voz distorcida e distante, pedidos emprestados ao shoegaze dos anos 90 de uns Ride ou Lush. Sons, por isso, que facilmente nos aqueceriam num dia gelado de inverno. Há uma clara homenagem ao som do final dos anos 80 e início dos anos 90, não só em "DisOrdinary" e na faixa-título "Dancing (On A Thin Ice Dance Floor)", que piscam claramente o olho ao shoegaze; ainda assim, a quinta e última faixa do EP, "Tides", revelou também a veia britpop, com a junção de guitarras acústicas e refrões orelhudos aos sintetizadores.

O momento mais irónico do EP de estreia dos Can Cun e, consecutivamente, aquele que também marca o traço mais distintivo da banda de Vila Real em relação às restantes bandas da nova vaga de revivalismos existentes no panorama nacional, encontra-se na faixa 3 do EP: "A.H.O", que, pela leitura da música, percebemos ser a sigla para "Afinal Havia Outra". E é isso mesmo, um surpreendente cover do fantástico hit da princesa-sopeira do pimba nacional, Mónica Sintra. E sim, podemos garantir que soa bem melhor do que pode parecer.

Se é verdade que o som dos Can Cun não traz nada de novo ou de particularmente groundbreaking na música nacional, não deixa de ser verdade que é sempre bem-vinda uma outra banda que mostra ter sentido de humor e um claro gosto pelos jogos de ideias contrárias, como fica bem evidente nos antagónicos nomes da banda e do EP de estreia. Dancing (On A Thin Ice Dance Floor) deixa-nos com água (ou será gelo?) na boca para o que poderá vir aí, quem sabe já no 2016 que agora começa.


por
em Artigos

Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2018
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?