23
TER
24
QUA
25
QUI
26
SEX
27
SAB
28
DOM
29
SEG
30
TER
31
QUA
1
QUI
2
SEX
3
SAB
4
DOM
5
SEG
6
TER
7
QUA
8
QUI
9
SEX
10
SAB
11
DOM
12
SEG
13
TER
14
QUA
15
QUI
16
SEX
17
SAB
18
DOM
19
SEG
20
TER
21
QUA
22
QUI
23
SEX

Solar Corona: Uma lição intergalática que não aprendem na escola

28 de Junho, 2014 ArtigosAna Isabel Pereira

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Sabias que? - Os On a Friday e a música dos Talking Heads

Segundas Crónicas - E uma livestreamzinha!?
1239655_520788141334428_62630784_n

 
“O que é nacional é bom!”. Quantas vezes aplicamos esta frase por mero patriotismo bacoco? Tantas que dá vontade de amaldiçoar a marca que se lembrou de por este slogan na berra, certo?! Pois bem, hoje não é um desses dias. Em jeito de warm-up para dois grandes festivais deste verão, o Milhões de Festa e o SonicBlast Moledo, convidamos os leitores a prestar atenção para uma grande banda que ainda não tem o destaque merecido.

Solar Corona: decorem este nome. A ler o pensamento e a responder à pergunta dos grandes apreciadores de stoner que andam por aí… Sim! É o nome de um dos grandes álbuns dos The Machine. Já começamos bem, mas façamos as apresentações como deve ser. Rodrigo Carvalho (guitarra e synths), Jorge Esteves (bateria) e Tiago Campelo (baixo) compõem o trio barcelense que promete fazer-vos explorar e viajar pelo vosso inner e outerspace. Esta foi fácil! (“Porquê?!”, perguntam agora os leitores que ainda não tiveram o prazer de ouvir e/ou tomar conhecimento dos EPs da banda. Já chegamos lá…)

É impossível não começar por afirmar que há alguma coisa no ar de Barcelos ou nos panados do Xispes mas, não querendo desviar a atenção para o que importa realmente neste momento, deixemos “a cena de Barcelos” para outro dia. É irónico pensar que, embora o galo de Barcelos seja um grande símbolo nacional, os Solar Corona preferem remeter-nos para o deserto californiano. A banda é recente, um pintainho nascido em 2012, mas um galo pujante e viçoso no que toca à música que apresenta, fazendo, aí sim, justiça ao símbolo da cidade. Neles reconhecemos um conjunto de estilos que passam por um rock psicadélico mais pesadote (heavy psych, amigos puristas), space rock, prog, post-rock e stoner, o que nos faz deixar os rótulos restritos para pseudo-intelectuais de mente fechada. Galardoem os vossos ouvidos com os dois EPs dos Solar Corona, “Innerspace” e “Outerspace” (perceberam agora o trocadilho pouco original?), apurem os sentidos e tirem as vossas próprias conclusões.

Vendo os dois EPs como um belo e envolvente complemento, a experiência obtida a ouvi-los dá todo um outro sentido à expressão “última coca-cola no deserto”: é ear-candy, é refrescante em terreno árido, é delicioso e faz-nos chorar quando a garraf… desculpem, a música, acaba. O trio complementa-se de forma extraordinária e contagiante, enfeitiçando-nos e desafiando-nos em cada música. É puro ecstasy instrumental que emana uma energia voraz e provoca sensações antagónicas, cortejando incessantemente os nossos neurotransmissores, levando-nos para becos escuros e intimidantes, proporcionando-nos viagens intergaláticas alucinatórias ou pura e simplesmente brindando-nos com aquele sentimento inexplicável de felicidade momentânea que se equipara a fazer skinny dipping numa noite de lua cheia, a colocar a cabeça fora da janela numa viagem de carro, ou… vocês percebem a ideia.

É também de realçar o artwork fabuloso que acompanha o formato físico dos EPs e o merchandising, mesmo a pedir para desembolsar uns euritos e adquirir as obras de arte.

Se ainda não estão convencidos podem comprovar tudo, ao vivo, já no dia 26 de julho, no palco piscina do Milhões de Festa (os Solar Corona fazem parte do Red Bull City Gang) e no dia 15 de agosto noutro paraíso stoner português que se dá pelo nome de SonicBlast Moledo.

Em suma, e sem mais delongas, Solar Corona é para consumir de forma exagerada e de todas as maneiras.

 

por
em Artigos

Solar Corona: Uma lição intergalática que não aprendem na escola
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2019
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?