wav@wavmagazine.net | 2014 | PT
a
WAV

Crystal Castles – Hard Club, Porto [7Dez2016] Texto + Fotos

crystal-8

 

Numa noite gélida, como o mês de dezembro impõe, reinava um certo clima de apatia e melancolia às portas do Hard Club na cidade Invicta. Faltavam apenas trinta minutos para as 21 horas, hora prevista para o começo do espetáculo e nada fazia prever a reviravolta emocional que se ia experienciar.

O Porto recebeu no dia 7 de dezembro Crystal Castles, o duo canadiano composto por Ethan Kath e Edith Frances com o objetivo de apresentar o seu novo álbum Amnesty (I) lançado em agosto do presente ano, quarto na bagagem da banda e o primeiro da era pós-Alice Glass.

À semelhança do que se vivia fora de portas, também no interior da sala principal do Hard Club o ambiente estava bastante monótono. Pouco público, apenas pequenos grupos de jovens iam ocupando a área frontal ao palco. Bebericavam-se umas cervejas e umas vodkas enquanto se punha a conversa em dia. Aos poucos a sala vai-se compondo e o ruído humano acentua-se instantaneamente. O ambiente, até então enfadonho, torna-se subitamente jubiloso e vivo. A música de fundo pára e no palco entra Pharrows, encarregue da primeira parte do evento e responsável por levantar o público que, não obstante, permanecia sentado no chão.

As camisolas e os casacos estavam já amarrados à cintura, a ansiedade pela entrada dos canadienses em palco é crescente e eis que finalmente surge Ethan Keith seguido por Edith Frances e Christopher Chartrand com o papel de baterista. O grupo começa a atuação sem perder tempo com “Concrete”, do novo álbum, e rapidamente se percebe a empatia do público para com a vocalista estreante em Portugal. Estava dado o mote de entrada para um espetáculo caótico (mas no bom sentido), como seria de esperar. Edith parece ter o diabo no corpo e ia entornando por diversas vezes água pelo mesmo, bem como pelo os calorosos frontliners. Por outro lado, Ethan mantém o semblante carregado como é habitual, ainda assim ambos completam-se na perfeição. O tempo que separa as músicas é quase inexistente, proporcionando assim uma correria desenfreada de uma atuação que contou com catorze canções, mais três do inevitável encore. No total foram sete as faixas apresentados do novo álbum: “Amnesty(I)”, “Femen”, “Fleece” ou “Char” foram alguns exemplos.

Os Crystal Castles terminaram com “Not in Love”, deixando o público portuense com um sorriso estampado no rosto. À medida que se vão encaminhando para a saída do Hard Club, os fãs parecem acabados de acordar de um sonho e de volta à realidade.

Texto: Telmo Pinto

 

 

Share Button

Comentarios

comentarios

Por Wav / 15 Dezembro, 2016

Deixar um comentário

About the author /


~