14
QUI
17
DOM
18
SEG
23
SAB
24
DOM
25
SEG
26
TER
27
QUA
28
QUI
29
SEX
30
SAB
31
DOM

Entombed A.D. - Hard Club, Porto [9Mar2017] Texto + Fotos

14 de Março, 2017 ReportagensPedro Adelino

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
Hard Club

Russian Circles - Hard Club, Porto [11Mar2017] Texto + Fotos

You Me At Six - Paradise Garage, Lisboa [8Mar2017] Foto-reportagem
entombed_ad_2017_porto

 

Foi na passada quinta-feira, 9 de março, que teve lugar a primeira de três datas da segunda vaga de concertos de Warm-Up para o Vagos Metal Fest que terá este ano a sua segunda edição desde o seu "renascimento". Para encabeçar esta segunda vaga de Warm-Ups foram chamados os Entombed A.D., banda renascida dos originais e lendários Entombed, conhecidos pioneiros da cena death metal da Suécia.

Com honras de abertura da noite estavam os Toxik Attack, banda de trash metal old-school de Guimarães que traz na bagagem o seu EP de 2016 Trash on Command. Bateria clássica de trash metal, riffs e solos executados a alta velocidade e vocais que não dispensam momentos high pitched a lembrar clássicos como King Diamond. Nada de novo aqui, mas talvez a intenção seja exatamente essa, pois a sonoridade em nada deverá desapontar os fãs de trash metal mais tradicional. "Apoiem o metal em Portugal!" é uma das mensagens que a banda deixa ao público portuense, algo que talvez não aconteça pela quantidade de público presente na sala, mas sim pelo espírito e interação dos que estavam presentes durante a atuação da banda.

 



 

Terminada a atuação da banda vimaranense, e após uma pequena pausa, o número de pessoas na sala aumenta consideravelmente, pois é o momento mais aguardado da noite. Entra a música de abertura e pouco depois os Entombed A.D. sobem ao palco, fazendo o público aproximar-se o mais que pode da atuação da banda. Trazendo como último lançamento o álbum Dead Dawn, de 2016, abrem-se as hostilidades com a faixa de abertura do mesmo, "Midas in Reverse".

Mas nem só de novas malhas é feita a atuação banda. Fazendo a vontade aos fãs mais dedicados ao percurso da banda, esta não esquece os seus momentos como Entombed, incorporando vários êxitos dessa época dos músicos e trazendo à atuação já caótica ainda mais velocidade e agressividade, para delícia do público mais dedicado ao som extremo do death metal. Este responde da melhor forma, seja em invasões amigáveis de palco, stage dive ou mosh já habitual em grande parte das atuações de música extrema.

Houve ainda tempo para o guitarrista de digressão da banda, Guilherme Miranda, originário do Brasil, proferir algumas palavras em português, aumentando a intimidade do público com o espetáculo. Após a explosiva performance de temas como "Wolverine Blues" e "Left Hand Path", de álbuns clássicos com o mesmo nome dos Entombed originais, a banda abandona o palco deixando o público ainda com fome de headbanging e agressão sonora. Voltam para tocar mais três temas de encore, "Chief Rebel Angel", "Suposed to Rot" e "Serpent Speech”, também de reportório mais antigo.

Terminava assim a noite do segundo Warm-Up do Vagos Metal Fest, que com certeza terá deixado muitos fãs com ainda mais apetite para o festival, depois de uma poderosa atuação de Entombed A.D. A idade pode começar a pesar a estes senhores, mas nunca tanto como a sua performance em palco.

 

por
em Reportagens
fotografia Bruno Pereira

Entombed A.D. - Hard Club, Porto [9Mar2017] Texto + Fotos
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2017
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?