22
TER
23
QUA
24
QUI
25
SEX
26
SAB
27
DOM
28
SEG
29
TER
30
QUA
31
QUI
1
SEX
2
SAB
3
DOM
4
SEG
5
TER
6
QUA
7
QUI
8
SEX
9
SAB
10
DOM
11
SEG
12
TER
13
QUA
14
QUI
15
SEX
16
SAB
17
DOM
18
SEG
19
TER
20
QUA
21
QUI
22
SEX

For The Glory + Grankapo + Somber Rites - RCA Club, Lisboa [16Dez2018] Texto + Fotos

30 de Dezembro, 2018 ReportagensJoão "Mislow" Almeida

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
RCA Club

Noite dos Reis da Bazuuca - Lustre, Braga [5Jan2019] Fotogalerias

The Parkinsons - Sabotage Club, Lisboa [20Dez2018] Foto-reportagem
No dia 16, um ventoso domingo mesmo no meio de um mês festejado pelo consumismo cego e pelo materialismo obsoleto, apelou-se à união por uma luta comum. A luta contra o cancro. O destino era o RCA Club no bairro de Alvalade, onde For The Glory, Last Hope, Grankapo e Somber Rites estariam reunidos para receber uma matiné de muita celebração, música e grande luta perante o que se mencionou mais acima. Infelizmente, Last Hope cancelaram mesmo em cima da hora e o alinhamento passou a contar com os restantes três nomes, que ainda assim, renderam a viagem aos muitos que se deslocaram do norte ao sul do país para este encontro de forças. Poder testemunhar o ambiente geral, o intocável som do RCA mais a reação do público, é digno de se dizer que o hardcore nacional continua vivo e com boas perspetivas. Este continua a apelar às gerações novas como apelou em tempos, aos mais velhos, e isso é mais do que evidente nos aplausos, nos circle pits, nos pile-ups no palco e no ressoar das letras.

Somber Rites foram os primeiros a subir ao palco. A banda é recente mas é composta por malta que já anda nisto há anos. Têm dois EP’s cá fora e um som pujante, emotivo e nostálgico do hardcore melódico que surgiu no ínicio dos anos 2000. O público ainda se estava a localizar mas a intensidade começava já a reunir as condições com os berros agoniantes e o ritmo mastigado do quarteto. A melodia é constante, tal como as palavras que sangram ao ritmo do mundo. O som lembra Modern Life Is War e até American Nightmare, com uma perspectiva normalmente pessimista mas nunca submissa. Arrancando bons aplausos com o decorrer do set, vê-se que o cansaço é virtual e que a vontade de ali estar sobrevoa com a alma do grupo.

Grankapo já se tornaram símbolo infalível do hardcore nacional, há muito tempo. Já rodaram o país inteiro de norte a sul e após estes anos todos, a sua energia ao vivo continua absolutamente inamovível. Com eles, o público já começa a lançar os primeiros kicks no ar e assim se vê a tal familiar aura dos concertos de hardcore, cada vez mais materializada. Promovendo hardcore metálico, puro e duro, Grankapo é reconhecível ao lado de tantos como Death Before Dishonor, Born From Pain e Sworn Enemy, mas a verdade é que a sua narrativa P.M.A. e refrões épicos torna-os num dos indiscutíveis campeões da cena, sem defender arrogâncias disso. Um dos grandes momentos deste final de domingo, recaiu sobre a cover de Omited GR juntamente com o vocalista a receber um público apaixonadíssimo, a entoar e a ressoar cada palavra, sem hesitação, da “Núcleo Duro”. Lindo!

A terminar a matinée, tocaram os For The Glory, que fizeram questão de referir que este reunion só acontecia pela causa que levou à existência do concerto. No fundo, foi tudo o que se podia esperar de uma das bandas mais relevantes da cena hardcore nacional, mas com uma pitada de saudades e aquele sentimento que não vai ser fácil voltar a repetir. O ponto de partida foi a música “To Your Place” do Drown in Blood e a partir daí os FTG percorreram a sua discografia, tocando músicas dos vários discos, sempre acompanhados pelas vozes e stage dives do público. Ainda houve tempo para histórias de tour, um rewind selecta e referências aos “pregos” de que ninguém deu conta. Houve direito a um dos maiores hinos da banda, “Survival of the Fittest” de um disco que já ultrapassou a década de existência, mas que continua a ser tão intemporal como marcante. Ainda houve tempo para um encore que fechou uma tarde onde em toda a gente, se via um sorriso na cara de dever cumprido.

Somber Rites, Grankapo e For The Glory
por
em Reportagens
fotografia Luís Luz

For The Glory + Grankapo + Somber Rites - RCA Club, Lisboa [16Dez2018] Texto + Fotos
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2019
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?