3
DOM
4
SEG
5
TER
14
QUI
17
DOM
18
SEG
20
QUA
21
QUI
23
SAB
24
DOM

Meatbodies - Maus Hábitos, Porto [20Abr2016] Texto + Fotos

24 de Abril, 2016 ReportagensPedro Adelino

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Bizarra Locomotiva – Reverence Underground Sessions #2 @ Sabotage Club – Lisboa [23Mar2016] Foto-reportagem

Grutera - Maus Hábitos, Porto [21Abr2016] Foto-reportagem
meatbodies-36

Não faz um ano depois da última passagem de Chad Ubovich por Portugal com os Fuzz, projeto que partilha com seus camadas da cena garage de São Francisco. Mas, desta vez a história é diferente e a visita é dos Meatbodies, projeto liderado pelo próprio que tem assim a oportunidade de se apresentar pela primeira vez aos palcos portugueses pela mão da Lovers & Lollypops. Frente a eles esperava-os um Maus Hábitos preparado para os receber, que enche a frente do palco ainda antes da chegada dos mesmos.

Pouco depois os quatro membros dos Meatbodies sobem ao palco e são recebidos de forma calorosa pelo público, receção esta que foi retribuída com "Disorder", uma das músicas de abertura do seu álbum homónimo lançado em 2014. Uma explosão de batidas energéticas e guitarras ensurdecedoras imersas em fuzz invadem a sala e contagiam o público quase de imediato que partilhou a energia da banda durante todo o concerto. Concerto adentro e já na sexta música, a primeira fora do reportório do álbum homónimo da banda, a função de vocalista passa para o segundo guitarrista da banda Patrick Nolan dando liberdade a Chad Ubovich para se lançar mosh adentro por alguns instantes para delírio do publico. Duas músicas mais tarde estamos a ouvir "Off", outro tema que integra o homónimo da banda e teve o seu ponto alto graças à presença de uma longa série de solos e improvisos que se fizeram notar pela variação na dinâmica da atuação, ora passando por momentos mais calmos, dando tempo à audiência de recuperar o fôlego, ora ensurdecendo a sala novamente, a especialidade dos mesmos, puxando a duração da música para uns bons 10 minutos. Tudo isto sem nunca perderem os ritmos enérgicos que marcaram toda a atuação.

Já depois de "Plank" mais duas malhas novas que esperamos um dia poder voltar a ouvir fora dos palcos. Chega a vez de "Wahoo", uma das músicas mais celebradas do quarteto, algo que é possível comprovar pelo êxtase do publico que deu tudo no momento em que reconhece a música dando mais força ao mosh que já se faz sentir à algum tempo, bem como o crowdsurf, aprovado pela banda que teve os seus dois guitarristas a abandonar os seus postos habituais para continuarem a tocar com as guitarras em cima de um crowdsurfer, como retribuição do êxtase do público.

Depois de mais duas músicas desconhecidas do público Ubovich confirma o que já muitos estavam à espera, a chegada de álbum novo do qual estas novas músicas farão parte, “which will be coming later … later dude!”. Após este anúncio os Meatbodies dão por terminado o seu concerto, voltando para o backstage com um público sedento de mais energia. Nem meio minuto depois a banda regressa prometendo mais duas últimas músicas antes do adeus definitivo ao Maus Hábitos, músicas estas que supomos que farão também parte do seu novo trabalho. A promessa é cumprida sem esforço pela banda e sem fazer sentir a fadiga da atuação que já dura há cerca de uma hora sem abrandar para pouco mais do que afinar os instrumentos. Chegados à ultima música vemos mais uma vez a aprovação dos Meatbodies pelo público português, desta vez é o guitarrista Patrick Nolan que larga a sua guitarra e se lança mosh adentro onde permaneceu ainda alguns momentos, enquanto a banda não permanece indiferente, desde à destruição da bateria ao baixista que bate com o seu próprio instrumento contra o teto do palco.

Chega então o adeus definitivo a um Maus Hábitos rendido à atuação da banda que soube conquistar o seu público, não através da palavras mas sim através de uma energia imensa, acompanhada pelas melodias e harmonias de guitarras carregadas de distorção e com um nível de decibéis não aconselhado aos mais sensíveis. O ambiente criado tinha sido tão contagiante que até após o concerto se fazia sentir a humidade do suor libertado pelo fãs que ali estiveram. Resta-nos agora aguardar a chegada do próximo trabalho da banda, com a esperança da sua apresentação nos palcos nacionais.

por
em Reportagens

Meatbodies - Maus Hábitos, Porto [20Abr2016] Texto + Fotos
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2017
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?