20
SEG
21
TER
22
QUA
23
QUI
24
SEX
25
SAB
26
DOM
27
SEG
28
TER
29
QUA
30
QUI
31
SEX
1
SAB
2
DOM
3
SEG
4
TER
5
QUA
6
QUI
7
SEX
8
SAB
9
DOM
10
SEG
11
TER
12
QUA
13
QUI
14
SEX
15
SAB
16
DOM
17
SEG
18
TER
19
QUA
20
QUI

[Reportagem] Caspian + Lehnen + Katabatic, Hard Club

16 de Junho, 2014 ReportagensFreitas

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
Hard Club

White Haus @ Musicbox

[Reportagem] Lura no CCB
caspian hard club

Com início às oito e meia da noite, o Hard Club estava-se a preparar para uma grande noite de música, onde o Post-Rock ia estar em grande na cidade Invicta.


O calor ainda se fazia sentir tanto na rua como dentro do recinto fechado que se preparava para receber os Katabatic, uma banda vinda da capital, disposta a demonstrar que em Portugal também se faz música de qualidade, neste ramo que ainda passa um pouco despercebido no nosso meio.
Com ainda pouco público, devido à hora a que o concerto se estava a iniciar, os Lisboetas começaram em grande com músicas que contagiaram qualquer um que lá se encontrava, começando-se a ver as primeiras cabeças a baloiçar ao som da música.
Com bons pormenores, tanto nas vozes cheias de dellay que enchiam as músicas, como também os sons bem audíveis do baixo que tornavam as músicas um pouco diferentes, fez subir a fasquia numa noite que começava da melhor forma. Podemos dizer que os Katabatic estiveram mais que bem para serem a primeira banda do dia.


[Best_Wordpress_Gallery gallery_type="thumbnails" theme_id="1" gallery_id="43" sort_by="order" order_by="asc" show_search_box="0" search_box_width="180" image_column_number="5" images_per_page="30" image_title="none" image_enable_page="1" thumb_width="180" thumb_height="90" thumb_click_action="undefined" thumb_link_target="undefined" popup_fullscreen="0" popup_autoplay="0" popup_width="800" popup_height="500" popup_effect="fade" popup_interval="5" popup_enable_filmstrip="1" popup_filmstrip_height="70" popup_enable_ctrl_btn="1" popup_enable_fullscreen="1" popup_enable_info="1" popup_info_always_show="0" popup_enable_rate="0" popup_enable_comment="1" popup_hit_counter="0" popup_enable_facebook="1" popup_enable_twitter="1" popup_enable_google="1" popup_enable_pinterest="0" popup_enable_tumblr="0" watermark_type="none" watermark_link="http://web-dorado.com"]

Depois de um grande primeiro concerto, vinham ai os Lehnen, banda que tem vindo a acompanhar os Caspian nestes últimos concertos por solo Espanhol e agora por Portugal.
Os Austríacos começaram com muita força nas primeiras músicas, embora se tenham deixado abrandar ao longo do tempo. Nunca deixaram de estar bem, num concerto que continuou à altura do anterior. Sempre com grande ajuda por parte das projeções que estavam a encher a tela branca que se encontrava por detrás da banda.
Com vários instrumentos sempre a serem agitados consecutivamente tanto pelo baixista, como pelo guitarrista, a banda Europeia conseguiu animar o público que começava a a sentir um cabeça de cartaz cada vez mais próximo.


[Best_Wordpress_Gallery gallery_type="thumbnails" theme_id="1" gallery_id="42" sort_by="order" order_by="asc" show_search_box="0" search_box_width="180" image_column_number="5" images_per_page="30" image_title="none" image_enable_page="1" thumb_width="180" thumb_height="90" thumb_click_action="undefined" thumb_link_target="undefined" popup_fullscreen="0" popup_autoplay="0" popup_width="800" popup_height="500" popup_effect="fade" popup_interval="5" popup_enable_filmstrip="1" popup_filmstrip_height="70" popup_enable_ctrl_btn="1" popup_enable_fullscreen="1" popup_enable_info="1" popup_info_always_show="0" popup_enable_rate="0" popup_enable_comment="1" popup_hit_counter="0" popup_enable_facebook="1" popup_enable_twitter="1" popup_enable_google="1" popup_enable_pinterest="0" popup_enable_tumblr="0" watermark_type="none" watermark_link="http://web-dorado.com"]

Estávamos perto das onze da noite e a multidão já aguardava em peso, para o inicio do concerto da noite. Caspian, a banda Norte Americana que conta já com grandes presenças em vários festivais e eventos memoráveis, voltava a terras lusitanas depois de cinco anos de ausência.
Com a sala longe de estar cheia, mas muito bem composta e com um inicio típico vindo de uma banda que usa várias vezes dellays e sons repetitivos em crescendo, a banda começou com o pé certo, deixando todo o espaço a prever um concerto que tinha tudo para ser de outro mundo (e foi), com grande ajuda por parte de um espetacular nevoeiro que se fazia sentir no palco, deixando todo o cenário preparado para o que aí vinha.
Sempre com inícios calmos e penetrantes, os Norte-Americanos conseguiam tornar meras sequências de notas e acordes em explosões de sons que não eram indiferentes a qualquer pessoa que ali se encontrava, pois com uma boa acústica, a percussão encontrava-se no ponto certo em músicas que deixavam uma sala inteira a abanar as cabeças em uníssono, numa noite que não podia acabar de melhor forma.
Com vários agradecimentos tanto às bandas anteriores, como também ao público que se encontrava presente, Philip Jamieson foi deixando claro que este afastamento de cinco anos dos palcos portugueses, tinha sido demais, e que a próxima vaga de concertos não iria estar assim tão longe como inicialmente se podia imaginar.
No final, pudemos ver toda a banda a fazer jus ao nome, e demonstraram todos juntos na percussão, que a música tem sempre algo de especial quando é tocada com dedicação e paixão, pois com as guitarras e baixo em loop, a banda no seu todo, deslocou-se a todos os bombos, tarolas e restantes componentes da bateria e terminaram o concerto da melhor forma para delírio de uma sala em êxtase.


Setlist:

Waking Season
Arcs of Command
Brombie
The Heart That Fed
Gone in Bloom and Bough
ASA
Halls of the Summer
Ghosts of the Garden City

Encore:
The Raven
Sycamore

[Best_Wordpress_Gallery gallery_type="thumbnails" theme_id="1" gallery_id="44" sort_by="order" order_by="asc" show_search_box="0" search_box_width="180" image_column_number="5" images_per_page="30" image_title="none" image_enable_page="1" thumb_width="180" thumb_height="90" thumb_click_action="undefined" thumb_link_target="undefined" popup_fullscreen="0" popup_autoplay="0" popup_width="800" popup_height="500" popup_effect="fade" popup_interval="5" popup_enable_filmstrip="1" popup_filmstrip_height="70" popup_enable_ctrl_btn="1" popup_enable_fullscreen="1" popup_enable_info="1" popup_info_always_show="0" popup_enable_rate="0" popup_enable_comment="1" popup_hit_counter="0" popup_enable_facebook="1" popup_enable_twitter="1" popup_enable_google="1" popup_enable_pinterest="0" popup_enable_tumblr="0" watermark_type="none" watermark_link="http://web-dorado.com"]

Texto por: Pedro Freitas
Fotografias por: Pedro Freitas
por
em Reportagens
fotografia Freitas

[Reportagem] Caspian + Lehnen + Katabatic, Hard Club
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2019
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?