29
QUA
30
QUI
31
SEX
1
SAB
2
DOM
3
SEG
4
TER
5
QUA
6
QUI
7
SEX
8
SAB
9
DOM
10
SEG
11
TER
12
QUA
13
QUI
14
SEX
15
SAB
16
DOM
17
SEG
18
TER
19
QUA
20
QUI
21
SEX
22
SAB
23
DOM
24
SEG
25
TER
26
QUA
27
QUI
28
SEX
29
SAB

[Reportagem] Earth, Wind & Fire + Da Chick @EDP Cooljazz

07 de Julho, 2014 ReportagensDiogo Alexandre

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
EDP Cooljazz

[Reportagem] Suzanne Vega + Márcia @EDP Cooljazz

[Reportagem] Orquestra Buena Vista Social Club @EDP Cooljazz
cooljazz

Dia 4 de Julho, feriado da Independência dos E.U.A. e de Cool Jazz. Hoje esperáva-nos Da Chick (aka Teresa) e os míticos Earth, Wind & Fire, contando com Al Mckay e Michael Harris como únicos membros originais, no entanto, isso não foi o suficiente para afastar a dança da cabeça (e dos corpos) do público.

Entramos no recinto e notamos a diferença de público perante o dia anterior e o de hoje. Bastante menos afluência, sendo a Smooth FM substituída pela M80, pelo que se ouvia verdadeiros hinos do Rock clássico dentro do recinto, Lynyrd Skynyrd e The Police para citar alguns nomes.

Da Chick e a sua banda, abrem o concerto (desta vez às horas marcadas) com bastante energia. Da Chick surpreendeu o público com a sua sonoridade e a sua atitude (''toda a gente aqui entende Inglês não é? If you don´t, fuck ya!''). Sendo praticamente desconhecida perante esta plateia, cumpriu com os objectivos pretendidos, animação e energia para dar e vender, chegando, inclusive, a vir cantar para o meio do público. Da Chick apresentou-se numa versão um bocado mais clean (deixando os 'Bitches' e os 'Motherfuckers'  habituais, de fora desta vez). Os temas “Lotta Love” e “Cocktail” foram os mais fortes nesta atuação. De destacar as danças dos bailarinos e da própria Da Chick. O que nos parecia uma aposta um bocado estranha, revelou-se, pelo contrário, talvez a aposta mais acertada para abrir os míticos Earth, Wind & Fire, pelo que pôs toda a plateia aos saltos.

Por volta das 22:45h sobem ao palco os Earth, Wind & Fire, apresentando-nos o seu Disco Funk típico dos anos 70. Um concerto claramente ganho à partida, desde a primeira à última música o público dançou incessantemente. O concerto inicia-se com “In The Stone” e “Get Away”, com aquele jingle de baixo que não é capaz de deixar ninguém indiferente. O primeiro momento alto aconteceu com a interpretação de “Saturday Nite” (do álbum Spirit de 1976), ''Is it Saturday yet? If don't, just pretende it is.'' tema em que o público acompanhou do início ao fim. Segue-se um ''Olá! Tudo bem?'' acompanhado de aplausos por parte do público, “Shining Star” foi tocada de seguida, e contou com solos de tudo o que era instrumento, teclado, trompete, guitarra (Al Mckay), saxofone... tudo o que se quer num concerto de Disco. Estamos mesmo em 2014?

A banda indignada ao ver que a maior parte do público dançante se encontrava na plateia em pé e na B (leia-se os lugares mais baratos e não oferecidos), critica fortemente a passividade das pessoas presentes na Plateia VIP e A, afirmando que se estas pagaram bilhete para ficar sentadas, ao menos que demonstrem que gostem realmente de estar ali sentadas, terminando com ''eu vejo muitas pessoas lá atrás que gostariam de estar aí e não estão'', arrancando aplausos de toda a gente da plateia. Ao nosso lado ouvimos um ''Open the gates!!!''

“After The Love Has Gone” fez todos os casais dançar agarradinhos, balada de 1979, com direito a solo de saxofone por parte de Ed Win. Uma maxi-version de cerca de 20 minutos que meteu todo o público a cantar em Falsete, com os ''oohhoohhh'' clássicos... estavam todos em sintonia com Al Mckay e companhia. “Fantasy” foi o primeiro top-single a ser tocado e fez com que toda a plateia cantasse em uníssono (''And we will live together, until the twelfth of never, our voices will ring forever as one!''). Ouvem-se os primeiros acordes dos sopros de “September” e é o delírio. Todos cantam, todos dançam... não há um corpo estático nos Jardins do Marquês de Pombal. É este o poder do Disco. Acabado o set regular, ninguém sai do recinto, aplaudindo para se ouvir mais dos reis dos 'seventys'.

A banda regressa para tocar o que faltava, falamos de “Boogie Wonderland” (tema mítico, quem não conhece isto?) e “Let's Boogie”. Ambos levantaram, ainda mais, a plateia, terminando o show de forma apoteótica. Ainda houve tempo para oferecer um disco a uma menina e para fazer o apelo ao público para que comprassem o seu registo discográfico ao vivo, disponível no canto esquerdo do recinto.

Um concerto, em tudo, competente, para mais tarde recordar e contar à família.

[Best_Wordpress_Gallery gallery_type="thumbnails" theme_id="1" gallery_id="57" sort_by="order" order_by="asc" show_search_box="0" search_box_width="180" image_column_number="5" images_per_page="30" image_title="none" image_enable_page="1" thumb_width="180" thumb_height="90" thumb_click_action="undefined" thumb_link_target="undefined" popup_fullscreen="0" popup_autoplay="0" popup_width="800" popup_height="500" popup_effect="fade" popup_interval="5" popup_enable_filmstrip="1" popup_filmstrip_height="70" popup_enable_ctrl_btn="1" popup_enable_fullscreen="1" popup_enable_info="1" popup_info_always_show="0" popup_enable_rate="0" popup_enable_comment="1" popup_hit_counter="0" popup_enable_facebook="1" popup_enable_twitter="1" popup_enable_google="1" popup_enable_pinterest="0" popup_enable_tumblr="0" watermark_type="none" watermark_link="http://web-dorado.com"]
por
em Reportagens

[Reportagem] Earth, Wind & Fire + Da Chick @EDP Cooljazz
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2020
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?