16
DOM
17
SEG
18
TER
19
QUA
20
QUI
21
SEX
22
SAB
23
DOM
24
SEG
25
TER
26
QUA
27
QUI
28
SEX
29
SAB
30
DOM
1
SEG
2
TER
3
QUA
4
QUI
5
SEX
6
SAB
7
DOM
8
SEG
9
TER
10
QUA
11
QUI
12
SEX
13
SAB
14
DOM
15
SEG
16
TER

Toro Y Moi - Hard Club, Porto [23Mai2019]

30 de Maio, 2019 ReportagensJoão Rocha

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
Hard Club

Kristonfest 2019 [10Mai] Texto + Fotos

The Menzingers - Independance Club, Madrid [23Mai2019] Texto + Fotos
No início deste ano, havíamos escrito a propósito de Outer Peace que o álbum “(…) entrega-nos uma excelente mostra de bons sons e ritmos, mas só isso, ficando aquém de construir boas músicas (…) presas num engonhanço causado pelo facto de elas terem apenas para mostrar os sons que Chaz havia criado”. Quatro meses depois, a opinião sobre o álbum mantém-se, mas com uma memória dele bem mais alegre e positiva. A razão? O concerto de Toro Y Moi no Hard Club.

A 23 de maio, Chaz Bear e companhia subiam ao palco do Mercado Ferreira Borges para apresentar o seu novo trabalho. Quatro anos separavam o público português do artista americano, e este compensou iniciando a sua tour promocional por cá. Com uma sala bem composta, não demorou a marcar o ritmo da noite, atirando-se a um dos singles de apresentação do novo álbum. “Ordinary Pleasure” colocou logo toda a gente a dançar e a festa fazia-se em palco e em pista. Acompanhado por Anthony Ferraro nas teclas, Patrick Jeffords no baixo e Andy Woodward na bateria, o concerto nunca perdeu o compasso nem o ritmo e muito menos a atenção do público. Maioritariamente interpretaram as canções do novo álbum, que agora soava muito mais orgânico e fluído. O auto-tune era bem doseado e sublime, a alegria estampada no sorriso de Chaz, e a sensualidade dos seus passos de dança prenderam o público do princípio ao fim, que com ele dançava e por ele retribuía toda a alegria emanada.

A cereja no topo do bolo aconteceu em “Freelance”, altura em que os presentes decidiram brindar Toro Y Moi com o seu trautear a marcar o ritmo da música. O coro vocal uniu-se na perfeição com a funkyness da música e Chaz não conseguia conter a alegria daquele momento. Todo ele brilhava. No fim, perfeitamente embasbacado e a deixar-se seguir pela intuição, apenas lhe sai uma questão da boca: “OMG! You guys wanna hear that song twice?” O “Yeah” ouviu-se logo, e a música começa novamente a ecoar na Sala 1 do Hard Club. Agora com o público ainda a puxar mais pelas suas capacidades vocais e com o espaço a tornar-se numa frenética pista de dança. Dá-se o aviso que não haverá encore. A multidão quer mas ele não é necessário, o concerto já a havia conquistado. Ainda havia tanta energia a fluir pelos corpos que, quando os músicos saíram de palco e as luzes se ligaram, muita gente continuou na sala a dançar ao som de “Estrelar” de Marcos Valle.

Antes havia sido uma versão atual e fofa de Aaliyah a criar o ambiente leve e chill que se viveu durante toda a noite. Erika de Casier trouxe um R&B saboroso e uma personalidade ainda mais doce. “Space” soa a “Work”, de Rihanna, se esta última fosse uma boa canção. A cantora, que já viveu em Portugal e que atualmente vive na Dinamarca, veio promover o seu novo álbum Essentials, e é sem dúvida um daqueles nomes que merecem alguma atenção.

 

Fotografia da autoria de João Fitas, gentilmente cedida pela Gig Club
por
em Reportagens

Toro Y Moi - Hard Club, Porto [23Mai2019]
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2019
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?