1
TER
2
QUA
3
QUI
4
SEX
5
SAB
6
DOM
7
SEG
8
TER
9
QUA
10
QUI
12
SAB
15
TER
16
QUA
17
QUI
18
SEX
19
SAB
20
DOM
21
SEG

Warning: cal_days_in_month(): invalid date. in /home/pedrogfreitas/public_html/top.php on line 323

Yann Tiersen - Coliseu do Porto [13Mar2018]

20 de Março, 2018 ReportagensJorge Alves

Yann Tiersen, reputado músico francês responsável pela banda sonora do aclamado filme “Amélie”, regressou ao nosso país para apresentar as músicas do mais recente álbum “EUSA”, perante um Coliseu completamente esgotado e desejoso de mergulhar no admirável mundo sonoro que só o conceituado multi-instrumentista e compositor consegue criar.

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
Coliseu do Porto

Anciients + Black Wizard - Woodstock 69, Porto [17Mar2018] Foto-reportagem

Slowdive - Hard Club, Porto [9Mar2018] Texto + Fotos
Mal entramos na emblemática sala portuense, deparamo-nos com um cenário perfeito para o serão, com cadeiras colocadas na zona da plateia para que melhor pudéssemos apreciar todos os momentos de uma atuação bela e sedutora. O palco parcamente iluminado por lâmpadas era ocupado somente por Tiersen, mas este não precisou de grandes conversas ou adereços (com a exceção de um aparelho que reproduzia os sons da ilha de Ushant, na Bretanha, terra natal que inspirou os novos temas) para instalar uma atmosfera mágica… a música por si só foi suficiente.

Poderá parecer um espectáculo exageradamente simples, mas a experiência é sublime, pois Yann Tiersen não se limita a  tocar: nas suas mãos, um instrumento torna-se num poderoso meio através do qual transmite uma panóplia de emoções. Sentimos a alma de Tiersen em cada nota, numa colecção de sons de tal forma envolventes que nos transportam para uma realidade separada do mundo físico que habitamos. A música que este senhor produz é mesmo assim – sonhadora e inegavelmente cinematográfica (basta ver a importância que o cinema teve/tem no seu percurso). A própria atuação podia perfeitamente ser transformada num filme-concerto, pois as imagens no ecrã cativariam o espectador com a mesma intensidade com que esta prestação maravilhou o público presente.

Fosse com o piano, o violino ou mesmo com os seus “toy pianos” (pianos de brincar), Yann Tiersen encantava todos aqueles que o observavam atentamente. Com um alinhamento variado, que incluiu novidades como “Porz Goret” mas também algumas recordações de um passado que todos nós continuamos a querer escutar no presente (“La Dispute”, retirada da banda sonora do supracitado filme de Jean-Pierre Jeunet, foi um dos momentos mais aplaudidos), o músico proporcionou uma noite que para sempre permanecerá na memória de quem a viveu.

Quando tudo terminou, abandonamos a sala com um sorriso nos lábios, ainda que tudo nos tenha parecido curto demais; mas não, o tempo é que voa quando embarcamos em tão doces viagens musicais.

por
em Reportagens
fotografia Inês Leal

Yann Tiersen - Coliseu do Porto [13Mar2018]
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2018
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?