5
QUA
6
QUI
7
SEX
8
SAB
9
DOM
10
SEG
11
TER
12
QUA
13
QUI
14
SEX
15
SAB
16
DOM
17
SEG
18
TER
19
QUA
20
QUI
21
SEX
22
SAB
23
DOM
24
SEG
25
TER
26
QUA
27
QUI
28
SEX
29
SAB
30
DOM
31
SEG
1
TER
2
QUA
3
QUI
4
SEX
5
SAB

Angel Olsen - Burn Your Fire For No Witness

Review
Angel Olsen Burn Your Fire For No Witness | 2014
Pedro Francisco 31 de Maio, 2014
Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Death Grips - The Powers That B - Part 1: Niggas on the Moon

I Am No Hero - Without Antennas

“Because all of it wavers on whether or not people find my music and my thoughts interesting. That's my life: It's pretty fucked up, if you think about it." disse recentemente Angel Olsen em entrevista à Revista Spin. A cantora, que em início de carreira trabalhava com Will Oldham como guitarrista e segunda voz, traz-nos agora como trabalho a solo “Burn Your Fire For No Witness”. Da minha parte (e da de muitos outros, espero), acho excelente a sua música e os pensamentos refletidos neste álbum. Quanto à segunda frase desse excerto, representa um pouco da temática geral do álbum, como veremos mais à frente.

Na primeira faixa, “Unfucktheworld”, identificamos logo à partida elementos lo-fi que estão igualmente presentes no resto do álbum, e que estão caracterizados quer na forma de um ruído de fundo quer no som dos seus instrumentos, e que dão um toque de psicadelismo (neste caso o bom psicadelismo, mas isto já é outra história) ao folk tocado por Angel.

Ao longo do álbum também conseguimos encontrar a inspiração da cantora em nomes como Sharon Van Etten em “Forgiven /Forgotten” ou Leonard Cohen em “White Fire”, um dos momentos altos do álbum, abordando a temática da negligência, abandono e desgosto (“I look for you or someone who can still remind me of the tight grip and the sun lick”). “Hi-Five” mostra-nos todo o poderio de Angel como artista e escritora de canções, pois consegue aliar à alegria da música um tema tão triste como a solidão (“Are you lonely too?/ Hi five!/So am I!”). De referir ainda as influências da bossa nova no ritmo e no dedilhar da guitarra em “Iota”. As restantes faixas conseguem manter a beleza das anteriores, sempre abordando as temáticas mencionadas acima.

Este é sem dúvida um dos álbuns do ano. A bela voz de Angel merece ser ouvida vezes sem conta. Aguardemos então uma passagem pelo nosso país.
por
em Reviews

Angel Olsen - Burn Your Fire For No Witness
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2020
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?