wav@wavmagazine.net | 2014 | PT
a
WAV

Blown Out – Jet Black Hallucinations

Blown Out

Jet Black Hallucinations | 2015

PONTUAÇÃO:

8.5

 

 

 
O Reverence Valada em 2014 trouxe muitos tesouros ao público nacional e este ano promete não contar uma história muito diferente. Ofuscados pelos Sleep, Alcest ou The Horrors, estão os Blown Out, o trio de Newcastle que lançou este ano Jet Black Hallucinations, mas que para nós, são das bandas que mais prometem no festival.

Com pouco tempo de existência, os Blown Out têm já muito que mostrar, e de falta de material não podem ser acusados. Sun Rot, Solar Queen, Drifting Out Between the SunsMultiverse Hypnosis são os trabalhos que nos chegam antes deste Jet Black Hallucinations sendo que a banda se juntou há qualquer coisa como um ano: incrível! Mais incrível que a quantidade de trabalho que os ingleses apresentam só mesmo a qualidade desse trabalho. Mas nem podia ser doutra maneira, uma vez que um dos principais cérebros deste projeto é o guitarrista Mike Vest, membros dos aclamados Bong.

JBH é um trabalho fantástico porque consegue aliar a sujidade e a força deste trio de Doom, Drone ou Rock Psicadélico, como preferirem, a um trabalho de produção formidável, com um mix interessante. A formula é simples, monstros de mais de dez minutos, com as músicas a crescerem de forma rápida e a perderem-se em alucinações sem fim. O espaço para composição é curto (e dispensável num tipo de trabalho como este). A eterna repetição é a chave para a capacidade dos Blown Out viajarem como viajam, a sua capacidade de criar atmosferas e sub-dimensões nas nossas cabeças é fantástica. O som apesar de ter um efeito tranquilizante tem também um quê de caos que lhes é bastante característico. É uma viagem pelo espaço, mas é uma viagem pelo espaço à velocidade da luz.

O baixo tem um papel determinante neste projeto, dá uma consistência sólida às músicas, e é um dos fatores determinantes para deixar a guitarra gravitar ao seu belo prazer. As linhas são marcantes, fortes e criativas, como se exige numa banda deste género. Resta dizer que as influências dos americanos White Hills, que estiveram na edição de estreia do festival, são inegáveis, as semelhanças com os primeiros trabalhos dos White Hills são por demais evidentes.

Aconselhamos que se preparem porque podem muito bem ser os Blown Out a levarem-vos a levantar voo pelo céu estrelado ribatejano adentro, numa viagem que promete ser inter-galáctica.

Share Button

Comentarios

comentarios

Por Francisco Silva / 21 Julho, 2015
Tags:     , , ,

Deixar um comentário

About the author /


~