3
DOM
4
SEG
5
TER
13
QUA
14
QUI
17
DOM
18
SEG
20
QUA
21
QUI

Eleanor Friedberger - New View

Review
Eleanor Friedberger New View | 2016
Inês Pinto da Costa 01 de Fevereiro, 2016
Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Savages - Adore Life

David Bowie - BlackStar
[img=http://www.wavmagazine.net/wp-content/uploads/2016/02/newview.jpg][titulo=Eleanor Friedberger][album=New View | 2016][pontuacao=7.0][musica=spotify:album:3zSUVdWODn46iTmzRSSMM4]
Cinco anos passados e dois álbuns depois, Eleanor Friedberger traz-nos o seu trabalho mais bem conseguido e trabalhado. Desprovida de grandes complexidades ou de ‘’cenários complicados’’, Eleanor joga pelo seguro mas aposta na produção de um álbum consistente, limpo e com bastante qualidade. Chega-nos New View, o primeiro álbum de Friedberger pela Frenchkiss Records, uma editora nova-iorquina.

A cantora norte-americana nascida nos anos 70 conta já com um repertório bem grande. Em 2000, Eleanor e Matthew Friedberger, seu irmão mais velho, formaram The Fiery Furnaces, uma banda de Indie Rock cuja sonoridade não se afasta muito do estilo que a cantora defende na carreira a solo. Depois do anúncio do último concerto da banda em 2011, no Primavera Sound de Barcelona, antes de um suposto ‘’hiatus’’, cada um seguiu o seu caminho. Naturalmente que isto permitiu a Eleanor explorar temas mais pessoais de forma mais solta; é essa sinceridade na escrita que se nota neste novo álbum.

New View faz-se acompanhar de uma narrativa de experiências e momentos que, de tão romantizados, poderia correr o risco de cair naquilo que todos nós chamamos de ‘’piroso’’. Todo o álbum pode ser lido como uma constante de ‘’flashbacks’’ e lembranças que contribuem para o tom íntimo do mesmo: I can still see you sitting on the edge of the bed/Looking at me em ‘’He Didn’t Mention His Mother’’; Did you find the antique needles?/And the money in the ceiling?/No need to thank me/I left it where you'd find it em ‘’Open Season’’.

Eleanor demonstra uma maturidade maior a nível musical: a composição é mais interessante, os instrumentos estão melhor conjugados, há uma maior preocupação em manter a voz em evidência e as músicas encadeiam-se umas nas outras de forma perfeita, o que faz com que o álbum faça tanto sentido na sua ordem original. A conjugação destes dois fatores (o carácter juvenil das letras e a maturidade da composição) fazem de New View um álbum que resulta muito bem. Quer em músicas mais dançáveis, como ‘’Because I Asked You’’ , quer em músicas mais calmas, como ‘’Never Is A Long Time’’, Eleanor Friedberger mostra confiança no trabalho que fez e New View é o seu novo cartão de visita.
por
em Reviews

Eleanor Friedberger - New View
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2017
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?