wav@wavmagazine.net | 2014 | PT
a
WAV

Hot Chip – Why Make Sense?

Hot Chip

Why Make Sense? | 2015

PONTUAÇÃO:

8.1

 

 

 
Vindos do Reino Unido, os Hot Chip são uma banda que dispensa qualquer tipo de apresentações perante o público português. Se já conquistavam a crítica com The Warning, em 2008 arrebatavam tudo e todos com o quase perfeito Made in the Dark. Ainda se seguiram mais dois álbuns até chegarmos ao ano de 2015, com esta banda essencialmente londrina a demonstrar uma capacidade recorrente de surpreender os seus fãs. Este ano editam Why Make Sense? e a surpresa advém do inesperado não desalinhamento do panorama musical.

A cada lançamento, os Hot Chip demonstram sempre duas coisas: uma capacidade eclética bastante abrangente de fazer música para dançar e um certo inconformismo em seguir a linha conceptual que o espaço temporal da altura define. Este último álbum quebra esta segunda linha de acção, no entanto em nada tal se traduz numa depreciação na qualidade ou na empatia gerada, muito pelo contrário. Why Make Sense? é provavelmente o trabalho mais natural alguma vez feito pela banda e, apesar de não ser de perto um dos melhores da sua discografia, merece um claro e destacado marco no ano musical de 2015. Desprendido de qualquer tipo de intenções, o álbum bebe de todas as influências da banda, sendo um claro trabalho conjunto onde se aglomeram os contributos pessoais de cada um dos seus elementos.

A ideia que passa é de que os Hot Chip chegaram à idade em que já nada mais têm a provar, e como tal, decidiram divertir-se, tendo como consequência nós batermos o pé durante uma horita. Em boa reflexão, Why Make Sense? é uma pista de dança portátil onde há espaço para revivalismo, hip hop, batidas da cena e bom uso de cordas. A idade não traz só despretensão: há também muita experiência acumulada, sendo essa absurdamente evidente cada vez que pegam num conceito da moda e lhe dão um toque tão refrescante que chega a ser sexy. “Huarache Lights” é a obra-prima do álbum, onde se constata bem esta realidade, no entanto encontramos nele outros grandes momentos , como é o caso da agradavelmente triste “Dark Night”, da progressiva quase flaming lipiana faixa título, e da revivalista “Need You Now”, que caminha através de um sample das já esquecidas Sinnamon.

Why Make Sense? é uma pergunta que encontra diferentes justificações dependendo de quem a faz. Para quem o ouve não ouso generalizar uma resposta, mas posso garantir que uma audição descomplexada irá traduzir-se num momento bem passado a abanar o corpinho e a pedir uma bebida bem refrescante. Para os Hot Chip a resposta é clara: a naturalidade de tantos anos depois continuarem a ousar e a conseguirem ser irreverentes a fazerem a música que bem lhes apetece, e por isso, fica o nosso sincero obrigado e admiração.

Share Button

Comentarios

comentarios

Por João Rocha / 11 Junho, 2015

Deixar um comentário

About the author /


~