16
SAB
17
DOM
18
SEG
19
TER
20
QUA
21
QUI
22
SEX
23
SAB
24
DOM
25
SEG
26
TER
27
QUA
28
QUI
29
SEX
30
SAB
1
DOM
2
SEG
3
TER
4
QUA
5
QUI
6
SEX
7
SAB
8
DOM
9
SEG
10
TER
11
QUA
12
QUI
13
SEX
14
SAB
15
DOM
16
SEG

I Am No Hero - Without Antennas

Review
I Am No Hero Without Antennas | 2011
JoaoSimoes 31 de Maio, 2014
Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Angel Olsen - Burn Your Fire For No Witness

Tobacco - Ultima II Massage

Apesar de terem sido formados em 2010, mantiveram-se apenas pelos ensaios. Deste modo, inspirados por grandes nomes como Radiohead, Nirvana, Sonic Youth, Mono, Sigur Ros, Mogwai, Explosions In The Sky (entre outros), no verão de 2011, I Am No Hero, atinge os internautas com o seu primeiro álbum: “Without Antennas”.

A banda introduz-se no estilo Post Rock, com certas nuances derivadas do noise. Conquista o ouvinte de forma relativamente rápida, de maneira que são necessários poucos minutos de audição do álbum como requisito para que acabem por se perder no seu registo. Tal acontece com a música que possui o mesmo nome do álbum “Withou Antennas”. Absorve rapidamente a nossa atenção, com as suas notas progressivas, uma precursão leve mas suficiente e por fim com uma melodia não muito complexa, mas que nos convida a ouvir a música seguinte.

O feeling com que a música anterior nos deixa, é quebrado pelo sabor melancólico que a “The Coulds are floating in the sky” insere. Através de um compasso bem mais lento que a sua precedente, esta faixa percorre sonoridades tristes e ao mesmo tempo agradáveis.

“Finding trees instead of people” e “Outside the light”, começam com notas melódicas, extremamente relaxantes e elegantes. Com uma “pequeníssima” bateria que acompanha e serve de pilar temporal para toda a música. Agitando-se de vez em quando, vagueia por sons calmos, terminando numa agitação que segue a sua estrutura harmónica anterior.

“F16”, talvez pelo seu nome ou não, é a música com tons mais agressivos que irão encontrar no álbum. Apesar de quebrar um pouco a estrutura que as faixas seguiam, perde-se na sua monotonia estridente e nos riffs repetitivos.

O LP, na música “2 Moments of clarity before you sleep” faz jus ao seu nome, e mostra-nos os seus momentos de iluminação. O álbum deve uma gratidão enorme, e o público um grande aplauso. O auge em termos de composição musical é aqui que se encontra. A faixa parece simples, no entanto no seu todo, cada nota, tempo e instrumento encontram-se numa sincronia perfeita. Seja a guitarra, ou o baixo, ou a percussão, estão com uma harmonia brilhante, que por sua vez a transformam na melhor faixa de todo o álbum.

As últimas duas músicas não se destacam de forma alguma, mantendo uma construção musical muito igual e pouco trabalhada ao longo dos seus minutos.

O álbum é construído por 8 músicas que não possuem uma qualidade constante. Como um todo, não possui uma composição musical extraordinariamente fora do comum, nem de perto nem de longe. Em contrapartida, este é um género musical no qual é muito difícil vingar e ser distinguido das outras bandas mais profissionais. É importante ter em atenção, que este foi um primeiro trabalho bem acima da média, para um banda que se aventurou num meio de competição difícil e apertada.
por
em Reviews

I Am No Hero - Without Antennas
Queres receber novidades?
Comentários
http://www.MOTORdoctor.PT
Contactos
WAV | 2019
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
Queres receber novidades?