12
SEX
13
SAB
14
DOM
15
SEG
16
TER
17
QUA
18
QUI
19
SEX
20
SAB
21
DOM
22
SEG
23
TER
24
QUA
25
QUI
26
SEX
27
SAB
28
DOM
29
SEG
30
TER
1
QUA
2
QUI
3
SEX
4
SAB
5
DOM
6
SEG
7
TER
8
QUA
9
QUI
10
SEX
11
SAB
12
DOM

Antevisão Sonic Blast 2023 - Nomes (não tão óbvios) a não perder

30 de Julho, 2023 ArtigosCatarina Nascimento

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

"Tornar a banda na cena que eu sempre quis ver quando era puto" - Hetta em entrevista

Interview with The Inspector Cluzo
O Sonic Blast já cimentou afincadamente o seu lugar no topo dos festivais de verão quando o assunto é stoner, rock psicadélico ou doom metal. Estes géneros musicais chamam consecutivamente os seus admiradores fiéis que, agora em Vila Praia de Âncora, se juntam na praia para se deixarem levar pelas sonoridades mais desérticas e com toques de psicadelia. Na edição deste ano existe uma forte aposta na diversificação do leque de bandas que compõem o cartaz, juntando musicalidade tuareg, hardcore, punk, post-rock e até algum noise rock. Em jeito de antevisão, decidimos então destacar um cojunto de bandas não tão óbvias mas que achamos vão de certeza surpreender e marcar esta edição do festival.

 

Bombino

Na edição de 2022, Mdou Moctar e o seu ritmo galopante contagiou a plateia, tornando-a numa onda saltitante em uníssono e repleta de sorrisos rasgados. A sua sonoridade tuareg provou que, mesmo com um dia repleto de stoner, a necessidade de inserir um grupo com músicas mais mexidas combina bem debaixo do sol e faz a mudança necessária para acelerar o ritmo do dia. Com esse concerto marcante em mente, surge agora uma banda de tuareg por dia. A destacar, apontamos Bombino no dia 11 de agosto em pleno horário de pôr do sol. Com dois novos singles lançados este ano, o músico do Níger promete trazer uma mestria calmante mas cheia de ritmos para animar o público.



Dentro do mesmo género: Etran De L'Aïr (desert blues), Imarhan (tuareg).

 

Scowl

Eis que o cartaz deixa um pouco de hardcore tomar conta. De Santa Cruz chegam os Scowl, uma banda que faz parte de um movimento que está a fazer fervilhar a cena hardcore na Califórnia (impulsionado também pela ascensão meteórica dos Turnstile) e do qual fazem parte também nomes como Zulu, Drain ou Militarie Gun. É talvez pelo alto contraste que existe entre o estilo floral e alegre com que se apresentam visualmente e a pujança intensa que libertam na voz e riffs que esta banda capta tanto a atenção. Além disso, essa antítese é ouvida entre refrões e versos, deixando os refrões calmos e os versos completamente destrutivos. A presença em palco da vocalista Kat Moss é estrondosa e por si só um ponto fulcral para não se perder esta banda de harcore punk de vista. Chegam com o novo EP Psychic Dance Routine, apostando mais em misturas entre voz cantada e screamo e adicionando mais rock à fórmula.



Dentro do mesmo género: Off! (punk hardcore old school) e Spy (hardcore).

 

Mythic Sunship

Voltando a sonoridades mais psicadélicas, temos Mythic Sunship. É verdade que todos os anos este género faz parte da casa, mas é impossível não se dar ênfase a este grupo que, certamente, não passará despercebido. A banda dinamarquesa pega em todo o conceito por trás de uma sessão de improvisação e cria uma perspectiva única de psicadelismo, oferecendo uma experiência instrumental que serve de uma verdadeira viagem celestial. A clareza das guitarras certamente será uma porta de entrada para tonalidades rasgadas e toques de free-jazz numa sonoridade cada vez mais complexa.



Dentro do mesmo género: Earthless (psych rock), Kanaan (psych rock), Temple Fang (psych rock) ou Weedpecker (psych stoner).

 

Temple Fang

Ainda dentro da onda psicadélica, os Temple Fang diferenciam-se pela particularidade de serem uma banda com o espírito jam e o improviso bem assente no seu ADN. Até há bem pouco tempo, esta banda natural de Amsterdão era quase que um mito urbano de quem a apanhava ao vivo. Não querendo lançar registos de estúdio, foi o passa a palavra de melómanos que ajudou a densificar o seu estatuto e curiosidade dentro da cena stoner europeia. Hoje, contam já com alguns trabalhos editados mas com a particularidade das faixas não terem sido gravadas em estúdio mas sim captadas através da mesa de som em diversos concertos da banda, de forma a captarem na mais fiel forma a sua sonoridade. Sonoridade essa que tem por base o psych stoner mas que segue um heavy rock clássico e uma espécie de space rock capaz de alavancar por completo uma ascensão ao cosmos que perdura nos seus longos mantras.




 

El Altar del Holocausto

Aqui está uma banda que, à primeira vista, tem tudo para chamar a atenção. Com a sua atitude misteriosa em palco, atuam completamente cobertos de vestes brancas fazendo com que a identidade dos seus membros permaneça desconhecida. Deixam soar um instrumental que ora se deixa emaranhar pelo post-rock, ora é dominado por post-metal alusivo ao divino e espiritual. Com fortes alusões religiosas (desde o facto do seu nome ser literalmente retirado de uma passagem da bíblia), o grupo espanhol promete ser celestial nos momentos certos e conseguir arrancar em algumas ocasiões um doom sludge forte o suficiente para dar um concerto memorável.




 

Dame Area

A noite de dia 10 de agosto vai terminar com synth rock. Os Dame Area, de Barcelona, trazem uma música eletrónica dançante para os resistentes, com fortes influências de sonoridades industriais e tribais. No sintetizador está Viktor L. Crux que já colaborou com nomes como J.Arbeit dos Einstürzende Neubauten. Em palco, juntam-se os sintetizadores com percussão e vocais a cargo de Silvia Konstance, dando-nos linhas de baixo que ecoam na noite em que certamente o pé vai bater.



 
 
O festival Sonic Blast regressa entre os dias 9 e 12 de agosto, tendo como palco novamente a Praia da Duna dos Caldeirões em Vila Praia de Âncora. Tanto passes gerais como bilhetes diários estão ainda desponíveis através da plataforma BOL.

Cartaz completo e horários:







por
em Artigos


Antevisão Sonic Blast 2023 - Nomes (não tão óbvios) a não perder
Queres receber novidades?
Comentários
Contactos
WAV | 2024
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
SSL
Wildcard SSL Certificates
Queres receber novidades?