1
SEG
2
TER
3
QUA
6
SAB
7
DOM
8
SEG
9
TER
10
QUA
11
QUI
12
SEX
13
SAB
14
DOM
15
SEG
16
TER
17
QUA
18
QUI
19
SEX
20
SAB
21
DOM
22
SEG
23
TER
Cut Copy
24
QUA
Cut Copy
25
QUI
26
SEX
27
SAB
28
DOM
29
SEG
Mono + A.A. Williams
31
QUA
1
QUI

Furacão Ho99o9 a caminho de Barcelos

25 de Junho, 2016 ArtigosJoão Ricardo

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

Rock Nordeste dá música a Vila Real neste final de semana

NOS Primavera Sound 2016: Woman is a Word
ho9909

Ho99o9, pronunciado Horror, são um duo oriundo dos subúrbios de Nova Jersey fundado pelos seus únicos membros: theOGM e Eaddy. É impressionante o que estes dois indivíduos conseguem criar e desenvolver sonicamente, com performances ao vivo recheadas de adrenalina e comportamentos inesperados: é comum não só incentivarem sucessivos e incansáveis moshpits, mas também participarem neles. Desta forma, estes fugazes elementos juntamente com a originalidade musical, tornam Ho99o9 um dos grupos mais incomuns e fascinantes que irão participar nesta décima edição do Milhões de Festa. Tal facto tem vindo a ser verificado, já Ho99o9 constou da lista "10 New Artists You Need to Know" da conceituada revista Rolling Stone em 2014, e foram eleitos "New Band of the Week" para o jornal The Guardian.

Toda esta mistela musical que os ostenta não apresenta um determinado padrão ou caminho traçado que possamos seguir e como tal, somos constantemente levados por trilhos desconhecidos e assustadores com variações de batida e ritmos extremas intrínsecas a letras pujantes e atmosferas misticamente opulentas. Com raízes nos mais diversos géneros musicais, desde o Gangsta Rap e Rapcore passando pelo movimento de Hardcore da década de 90, ao Punk anárquico e até possuindo uma pequena pitada de musicalidade de Thrash Metal, oferecem uma das sonoridades mais experimentais e abrasivas existente no Hip Hop contemporâneo.

 
999_a
 

Considerá-los-íamos como os primos ainda mais psicóticos e energéticos dos proeminentes Death Grips, adotando graus superiores de violência e apatia misantrópica nas suas criações, concebendo cenários muito mais obscuros e consequentemente, entregando vocais mais inquietantes e perturbadores enquanto cospem letras caraterizadas por uma intensa aversão universal e aterrorizantes, como se constata no seu primeiro single “Bone Collector”: “Let me break it down / Mother's crying, children dying, bodies lying on the floor, bloody face down / Don't make a fucking sound, or I will hang you from a tree, if you run you disease/ Cas I won't leave a single trace/ I'll mush your face to a zombie bitch, that's cannibal shit”.

“I lost an arm and a leg fuckin' fightin' off nazis/ The hardest motherfucker out, nigga, no-one can stop me/ Until they ambushed me and the lieutenant shot me/ Straight execution style, all bloody and sloppy/ My body lay in dead maggots, moulding and rotten/ That's when that hellfire's torch flame came in and got me/ Now I'm crackin' fucking heads, feel the pain of a menace/ Took a short stay vacay”. Letras repulsivas e agressivamente viscerais construindo panoramas mentais absolutamente denotados de uma vultuosa assombração infernal. Esta cacofonia não termina aqui, sendo que o esforço terrífico e absurdo destes 2 companheiros continua também na estética referente ao grupo, apresentando EPs e LPs com capas mórbidas e desconcertantes que recordam filmes de gore e horror, tendo citado Rob Zombie como colossal influência tanto a nível musical como cinematográfico e estético, inclusive as dezenas de exposições e demonstrações artísticas underground as quais costumavam/costumam atender e até participar mostram repercussões nas suas atividades.

 

 

A globalidade destas peculiaridades pode ser confirmada através da visualização do mais recente videoclip disponibilizado pelo duo [acima], “Blood Waves”, que nos oferecem uma experiência única e interativa com o intuito exclusivo de nos estremecer e sobressaltar.

“We want to make a statement with our presence” afirma Eaddy, “It’s like Mike Tyson entering the ring. You’re thinking, ‘This motherfucker’s about to do some damage.’ It’s heavyweight title shit.” E certamente o farão. Os Ho99o9 irão estrear-se em territórios nacionais já no próximo mês de julho, na qual poderemos antecipar uma performance inquietante, imprevisível e visceral - definitivamente a não perder.

 
por
em Artigos


Furacão Ho99o9 a caminho de Barcelos
Queres receber novidades?
Comentários
Contactos
WAV | 2021
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
SSL
Wildcard SSL Certificates
Queres receber novidades?