12
SAB
13
DOM
14
SEG
15
TER
16
QUA
17
QUI
18
SEX
19
SAB
20
DOM
21
SEG
22
TER
23
QUA
24
QUI
25
SEX
26
SAB
27
DOM
28
SEG
29
TER
30
QUA
1
QUI
2
SEX
3
SAB
4
DOM
5
SEG
6
TER
7
QUA
8
QUI
9
SEX
10
SAB
11
DOM
12
SEG

Destaques | Top discos da primeira metade de 2015

07 de Julho, 2015 NotíciasWav

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr

"Agora Aqui" leva música ao vivo ao centro histórico de Guimarães

Mexicanos Little Jesus com mini-tour em Portugal
sufjan

Aproveitando o facto de estar dobrada a metade do ano, voltamos às nossas listas mas desta vez para fazer um apanhado dos primeiros seis meses de 2015. Membros da redação e alguns colaboradores escolheram cada um o seu disco preferido do ano e o resultado é o que se pode ler de seguida, sem qualquer ordem específica.

 



Sufjan Stevens - Carrie & Lowell


De uma composição fabulosa como sempre nos habituou, “Carrie & Lowell” é um regresso às raízes: depois de um desvio de percurso, mostra que conhece bem o caminho para casa. Stevens arruma e redecora a casa, mantendo o estilo rústico basilar. Review



Ouvir: "Chateau Lobby #4 (in C for Two Virgins)"








All We Are - All We Are


Quem disse que um sonho Pop não pode ser uma experiência psicadélica num crescendo entre a calmaria e uma explosão catchy? “All We Are” é tudo isto, sem camadas, despido, numa sedução mais que eficaz. Review



Ouvir: "I Am So Sorry, Goodbye"





 






Kamasi Washington - The Epic


Com "The Epic" - e com a ajuda de mais de 70 intervenientes - é Kamasi Washington o guardião que lidera a luta exclusivamente dedicada ao espírito do jazz. "The Epic" é a derradeira odisseia jazz do século XXI, constituída pelas 3 horas mais colossais que o género já testemunhou. O jazz está efetivamente vivo e de boa saúde. Review



Ouvir: "Temple"








SUMAC - The Deal


Os SUMAC contam com Aaron Turner, ex-Ísis e também membro dos Mamiffer e Old Man Gloom, Nick Yacyshyn, baterista dos Baptists, e ainda Brian Cook dos Russian Circles, que não faz oficialmente parte da banda, mas que fez nas gravações a parte do baixo. Reunindo-se pessoal tão qualificado, era óbvio que não poderiam falhar a fazer o que se esperava desta estreia: misturar o pós-metal que os Ísis sempre fizeram com pitadas de Sludge e Doom. Review

Ouvir:
por
em Notícias


Destaques | Top discos da primeira metade de 2015
Queres receber novidades?
Comentários
Contactos
WAV | 2021
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
SSL
Wildcard SSL Certificates
Queres receber novidades?