26
DOM
27
SEG
28
TER
29
QUA
30
QUI
1
SEX
2
SAB
3
DOM
4
SEG
5
TER
6
QUA
7
QUI
8
SEX
9
SAB
10
DOM
11
SEG
12
TER
13
QUA
14
QUI
15
SEX
16
SAB
17
DOM
18
SEG
19
TER
20
QUA
21
QUI
22
SEX
23
SAB
24
DOM
25
SEG
26
TER

Crystal Castles – Hard Club, Porto [7Dez2016] Texto + Fotos

15 de Dezembro, 2016 ReportagensWav

Partilhar no Facebook Partilhar no Google+ Partilhar no Twitter Partilhar no Tumblr
Hard Club

Moonspell - Pavilhão Multiusos, Guimarães [2Dez2016] Foto-reportagem

Os Whitney, o verão e o outono
crystal-8

 

Numa noite gélida, como o mês de dezembro impõe, reinava um certo clima de apatia e melancolia às portas do Hard Club na cidade Invicta. Faltavam apenas trinta minutos para as 21 horas, hora prevista para o começo do espetáculo e nada fazia prever a reviravolta emocional que se ia experienciar.

O Porto recebeu no dia 7 de dezembro Crystal Castles, o duo canadiano composto por Ethan Kath e Edith Frances com o objetivo de apresentar o seu novo álbum Amnesty (I) lançado em agosto do presente ano, quarto na bagagem da banda e o primeiro da era pós-Alice Glass.

À semelhança do que se vivia fora de portas, também no interior da sala principal do Hard Club o ambiente estava bastante monótono. Pouco público, apenas pequenos grupos de jovens iam ocupando a área frontal ao palco. Bebericavam-se umas cervejas e umas vodkas enquanto se punha a conversa em dia. Aos poucos a sala vai-se compondo e o ruído humano acentua-se instantaneamente. O ambiente, até então enfadonho, torna-se subitamente jubiloso e vivo. A música de fundo pára e no palco entra Pharrows, encarregue da primeira parte do evento e responsável por levantar o público que, não obstante, permanecia sentado no chão.

As camisolas e os casacos estavam já amarrados à cintura, a ansiedade pela entrada dos canadienses em palco é crescente e eis que finalmente surge Ethan Keith seguido por Edith Frances e Christopher Chartrand com o papel de baterista. O grupo começa a atuação sem perder tempo com “Concrete”, do novo álbum, e rapidamente se percebe a empatia do público para com a vocalista estreante em Portugal. Estava dado o mote de entrada para um espetáculo caótico (mas no bom sentido), como seria de esperar. Edith parece ter o diabo no corpo e ia entornando por diversas vezes água pelo mesmo, bem como pelo os calorosos frontliners. Por outro lado, Ethan mantém o semblante carregado como é habitual, ainda assim ambos completam-se na perfeição. O tempo que separa as músicas é quase inexistente, proporcionando assim uma correria desenfreada de uma atuação que contou com catorze canções, mais três do inevitável encore. No total foram sete as faixas apresentados do novo álbum: “Amnesty(I)”, “Femen”, “Fleece” ou “Char” foram alguns exemplos.

Os Crystal Castles terminaram com “Not in Love”, deixando o público portuense com um sorriso estampado no rosto. À medida que se vão encaminhando para a saída do Hard Club, os fãs parecem acabados de acordar de um sonho e de volta à realidade.

Texto: Telmo Pinto


 



 
por
em Reportagens
fotografia Hugo Adelino


Crystal Castles – Hard Club, Porto [7Dez2016] Texto + Fotos
Queres receber novidades?
Comentários
Contactos
WAV | 2022
Facebook WAV Twitter WAV Youtube WAV Flickr WAV RSS WAV
SSL
Wildcard SSL Certificates
Queres receber novidades?